06/10/2023 às 00h03min - Atualizada em 06/10/2023 às 00h03min

​“Dia dos Animais”: confira dicas e acessórios para transportar pets com segurança

Cinto de segurança, assentos especiais e bolsas de transporte são algumas opções para os "melhores amigos"

Um estudo publicado pela revista científica canadense Journal of Bone and Joint Surgery mostrou que 18% dos acidentes de carro no mundo têm como causa a distração ao volante. Dentre as desatenções estão o uso do celular, mexer no som ou banco do carro, conversar com os demais passageiros ou dar atenção a crianças e animais que viajam no banco traseiro. De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), levar animais soltos dentro do automóvel pode gerar multa de até R$ 190,00, além de quatro pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH). 
Os cuidados com os bichinhos devem ser redobrados, pois eles ficam inquietos e muitas vezes desconfortáveis. "O transporte correto de animais é de grande importância. Um animal solto no carro pode provocar acidentes, pois, muitas vezes, ele não fica parado e pode tirar a atenção do condutor, bem como pular no colo do motorista. Caso ocorra uma batida, os passageiros e o próprio animal podem se machucar gravemente", explica o chefe de oficina da Ford Slaviero, Mauro Cezar Candido.
Existem opções para transportar os pets com mais tranquilidade durante os passeios. "É importante seguir as regras e dicas de especialistas para não descuidar do conforto e segurança dos pets durante o trajeto, além de prevenir multas e a perda de pontos na CNH", comenta Mauro. 
Qual opção é mais adequada para transportar o animal?
Assento para pets com cinto: indicado para diferentes raças de pet até 10 kg, o assento possui as laterais vazadas para permitir que o ar circule com mais facilidade, mantendo o transporte ventilado e fresco. Além disso, facilita a visualização durante a viagem, tanto pela pessoa que o está carregando quanto pelo animal.
Bolsa de transporte: com alça reforçada e rede dos dois lados para maior ventilação, o produto possui uma almofada com suporte de madeira, espuma e velcro, oferecendo segurança ao pet. "Essa é uma solução segura e confortável para trajetos mais curtos. O acessório tende a ser mais confortável e aconchegante, devido ao tecido flexível. No entanto, para viagens mais longas, não é o acessório mais indicado", aponta o chefe da oficina.
Caixa de transporte: feita em material plástico, oferece resistência ao produto e possui aberturas laterais para permitir a entrada de ar, mantendo o bichinho mais à vontade durante o trajeto. Mauro explica que, além de ser mais firme, sólida e segura, a caixa pode ser utilizada em diferentes situações, desde consultas veterinárias e passeios até viagens mais longas.
Outra dica importante é ter uma pessoa adulta no banco traseiro para evitar distrações do motorista causadas pelos animais.
informações: fordslaviero.com.br.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://gazetadepinheiros.com.br/.